domingo, 4 de janeiro de 2009

Lúpus: tradução (e informações) necessárias 2

A convivência com os lúpicos me tem ensinado muito sobre o drama dos que são portadores de "doenças invisíveis". O lúpus é uma dessas enfermidades em que aparentemente não há nada com a pessoa portadora da doença...

A aparência saudável que muitos lúpicos apresentam os tornam vítima da discriminação e da intolerância, pois para a maioria das pessoas "somente é digno de atenção e cuidado os portadores de doenças visíveis, palpáveis, com sintomas claros e manifestações ostensivas..."

Desejávamos, neste post, tão somente indicar a publicação de mais um texto traduzido do espanhol e já estamos a conversar sobre doenças invisíveis...

O pequeno artigo Introdução aos aspectos psicológicos do lúpus merece, pois, leitura meticulosa. 

E por falar em doenças invisíveis...

Ocorreu no Estados Unidos, de 8 a 14 de Setembro, a Semana Nacional das Doenças Invisíveis. 

Segundo estatísticas do site oficial da campanha (vide logotipo ao lado), cerca de 96% das doenças são invisíveis. Entre elas se destacam as depressões, as dores de cabeça e de coluna, as sinusites, a esclerose múltipla, a fibriomialgia, a artrite reumatóide, os tumores, cancros, diabetes, etc, etc. 

2 comentários:

Vanessa dos Santos Nogueira disse...

Olá!!!

Lá no Ciberespaço tem um Selinho para vc!!!

Beijos

lá!!


VanessadosSantosNogueira
Ciberespaço na Escola

Francisco A Silva disse...

Parabens pelo blog. Também sou um leitor assíduo!
Estou lendo atualmente Terra Vermelha , Domingos Pellegrini.
Vou acompanahr seu blog.
Feliz 2009.